A importância do Pré-Natal e quais os exames mais comuns

0 Flares Facebook 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

Confirmou a gravidez, agora é hora de se preparar para começar o Pré-Natal.

O Pré-Natal é o acompanhamento que toda gestante deve ter para garantir a integridade das condições de saúde da mãe e do bebê.

Se você já tiver um acompanhamento médico de um ginecologista que seja obstetra, é bom, porque já tem uma relação de confiança.

Quando engravidei da Lorena, a minha ginecologista não fazia mais obstetria.

Por isso precisei mudar de médico, fui acompanhada por um indicado por uma amiga.

Mas se você já estiver planejando a gravidez, já procure um médico especialista.

Confirmada a gravidez, tente marcar o mais rápido possível uma consulta.

Mas alguns comportamentos você já pode ficar atenta.

Como não consumir bebida alcoólica, cigarro e cuidado com o uso de medicamentos sem orientação médica.

Pré-Natal pelo Plano de Saúde

Se o plano de saúde for privado, procure se informar sobre a cobertura.

Exames, consultas, hospitais e emergências e principalmente a cobertura do parto.

Existem alguns médicos, que para o parto cobram separados e não aceitam o plano.

Por isso, é bom se planejar para escolher um médico que possa te acompanhar durante toda a gestação e o parto.

Isso evita surpresas durante o período do Pré-Natal.

Pré-Natal pelo SUS

Para fazer o Pré-Natal pelo SUS, o primeiro passo é ter o cartão do SUS.

Para emitir o cartão você deverá dirigir-se a um hospital, clínica ou posto de saúde da rede pública.

Será necessário apresentar o CPF e um documento de identificação que pode ser o RG, Certidão de Nascimento ou Casamento.

Com o número do cartão do SUS, todo o seu atendimento e histórico de consultas passa a ser registrado.

O que facilita o acompanhamento também da sua gestação.

Com o cartão, você poderá dar inicio ao seu Pré-Natal na rede pública.

Ao chegar a uma das unidades de saúde da sua região, você será encaminhada para um teste rápido de gravidez.

Confirmada a sua gestação o início do Pré-Natal é imediato.

Fonte da informação: Pré-Natal – SUS

A primeira consulta

Provavelmente será a mais longa e com mais perguntas, pelo menos a minha foi, tinha muitas dúvidas.

A partir do momento que é realizada a consulta, a gestante já começa a ter um acompanhamento para receber as orientações necessárias ao acompanhamento da gestação.

Nas consultas, a gestante é examinada e encaminhada para realização de exames, vacinas e ecografias.

Geralmente, as consultas médicas são mensais até o sétimo mês de gestação, quinzenais até a 36ª semana e semanais até o final da gestação.

Pode haver diferença entre a conduta do profissional na primeira consulta, mas em geral engloba:

Gravidez confirmada

Começa então uma série de perguntas do médico, que vai querer ver o exame com a confirmação da gravidez, a data da última menstruação normal.

Com isso, ele irá checar a possível data do parto, os sinais do colo uterino e do próprio útero para calcular o estágio da gravidez.

História Clínica

Agora é hora do médico querer saber mais da vida da gestante.

Para garantir um tratamento eficaz, é importante passar todas as informações médicas.

Como doenças crônicas, cirurgias realizadas, alergias conhecidas (inclusive a de remédios), suplementos nutricionais ou medicamentos com ou sem prescrição que esteja tomando ou tenha tomado até agora.

História médica familiar, ginecológica (período menstrual, duração média dos ciclos, duração e regularidade da mesma).

Se tem história de partos anteriores ou aborto, evolução das gestação, se já tiver filhos.

E também vai querer saber sobre os hábitos da sua vida pessoal e até profissional.

Para ver se há algo que possa impactar na saúde da mãe e do bebê, como por exemplo, hábito de beber ou fumar.

Exame Físico Completo

Neste caso o médico irá avaliar as condições físicas no geral, como coração, pulmão, mamas, abdômen, pressão arterial.

Além disso, o médico irá avaliar o peso, altura, medidas antropométricas, fará uma exame físico completo para verificar se há possíveis problemas.

Os exames mais comuns

  • Grupo sanguíneo (sistema ABO) e fator Rh
  • Hemograma completo
  • Fezes
  • Urina
  • Glicemia em jejum
  • Reação para toxoplasmose e rubéola
  • Sorologia para HIV, hepatites virais e citomegalovírus
  • Ultrassonografia
  • Papanicolau, também chamado de esfregaço cervicovaginal ou colpocitologia oncótica cervical, este exame faz o rastreamento do câncer de colo de útero.

Nesta primeira consulta, o médico lhe dará uma série de conselhos, dicas e orientações sobre o que você pode ou não comer, sobre exercícios, entre outros.

Caso não esteja ainda tomando, converse com o seu médico, sobre as vitaminas que precisa tomar, como ácido fólico, ferro e cálcio.

Aproveite para esclarecer as suas dúvidas, pedir orientação para que você possa ter uma gravidez tranquila e curtir este momento lindo.

Eu nas minhas consultas, tinha uma lista com todas as dúvidas e perguntas que tinha.

Aproveitava aquele momento para esclarecer tudo, por isso, é bom escolher um médico de confiança e que te dê abertura para isso.

0 Flares Facebook 0 Pin It Share 0 0 Flares ×
Anúncios

Deixe uma resposta