Ultrassonografia na gravidez, quando fazer e para que serve

0 Flares Facebook 0 Pin It Share 0 0 Flares ×

A ultrassonografia na gravidez é realizada para ver se o feto está posicionado no lugar certo.

Para ver quantos fetos existe, abro aqui um espaço para contar rsss como foi que descobri que estava grávida de gêmeos

Na primeira ultra da minha segunda gestação, já estava com 12 semanas e não sabia que seria gêmeos.

Depois de esperar a manhã toda para fazer a ultra, surpresa!!

A Doutora, exclamou ! Uau!! Quantos bebês nesta barriga!

O quê? Gêmeos!

Como assim… e para minha surpresa e a do meu esposo, sim teríamos mais dois bebês…

Mas continuando…na ultrassonografia, o médico pode calcular a idade gestacional e a data provável do parto.

Além disso, permite observar se o feto é bem formado, a sua movimentação e o sexo.

Através da emissão de ondas sonoras de altíssima frequência, consegue-se visualizar e examinar o feto sem os riscos do exame radiológico.

Esse exame deve ser feito num laboratório, clínica ou hospital.

Sempre sob indicação médica, para auxiliar no diagnóstico ou tratamento de diversas situações.

Quando é feito o exame?

Depende da indicação médica, pode ser realizada a qualquer momento da gravidez.

É seguro?

Sim, não há riscos conhecidos, somente benefícios.

Como é realizado o exame?

O exame é realizado através do abdômen ou vaginal.

Dependendo da necessidade do caso, pode ser realizada em ambos os casos.

Demora mais ou menos de 5 a 30 minutos e indolor.

Para todos os dois exames, os instrumentos registram os ecos de pulsos ultrassônicos de várias partes do bebê e traduz em imagem que são vistas numa tela.

Com isso o médico, mostrará a gestante a curvatura da coluna vertebral, cabeça, os braços e as pernas e o mais emocionante de todos, o coração batendo.

Qual a diferença abdômen (transabdominal) ou vagina (transvaginal)?

Abdômen (transabdominal) – A paciente fica deitada de costas, o médico irá passar uma película de gel que serve para melhorar a condução do som.

O transdutor do aparelho percorre lentamente o abdômen. Este exame, pode gerar um certo incômodo, porque é preciso estar com a bexiga cheia.

Vagina (transvaginal) – A paciente fica deitada de costas e uma sonda ultrassônica é inserida na vagina.

Principais Ultrassonografias

A partir da 6ª semana, através de uma Ultrassonografia transvaginal, é possível ver o saco gestacional e o embrião, e detectar os batimentos cardíacos, mas pode acontecer do médico não conseguir ver o feto ou ouvir os batimentos cardíacos, isso ocorre, porque a mulher pode estar grávida menos tempo do que calcula e precisa repetir num prazo de 7 a 10 dias.

Quando há dúvida em relação a última menstruação, o médico poderá pedir uma ultrassonografia, para verificar a idade gestacional do bebê e a provável data do parto.

Translucência nucal

Ideal que seja realizada na 12ª semana, o médico indicará uma ultrassonografia para fazer o exame de translucência nucal, uma medição de um espaço na nuca do bebê e a verificação da presença do osso nasal e o o ducto venoso.

Trata-se de uma ultrassonografia mais detalhada, que analisa a formação dos órgãos e de toda a estrutura do feto

Com isso, o médico irá verificar se há sinais de problemas genéticos como Síndrome de Down.

Ultrassonografia para saber o sexo do bebê

O sexo do bebê já pode ser identificado pela ultrassonografia a partir da 13ª semana de gestação.

Mas neste período, a taxa de acerto é de apenas 80%.

O sexo do feto pode ser descoberto com mais segurança a partir da 16ª semana de gestação, mas depende da posição do bebê e da experiência do profissional.

Ultrassonografia morfológica

Este é um tipo especial de ultrassom que deve ser realizado na gravidez, entre as 18 e 24 semanas de gestação, para verificar se o bebê está se desenvolvendo corretamente ou se ele apresenta alguma má formação do bebê.

Ultrassonografia 3D e 4D

Este é um tipo de exame que permite uma melhor visualização da estrutura a ser estudada, um aspecto mais real.

A ultrassonografia em 4D além de permitir uma ótima observação do bebê ainda dentro da barriga da mãe, consegue captar seus movimentos em tempo real.

Melhores imagens são obtidas entre 26 e 30 semanas de gravidez.

ultrassonografia na gravidez
Ultra 4D

No terceiro trimestre a ultrassonografia, o médico poderá pedir um ultrassom para verificar algum problema e acompanhar o desenvolvimento do bebê, o nível do líquido amniótico e a posição do bebê e do cordão umbilical, a localização da placenta do útero.

O que mais a ultrassonografia pode mostrar.

  • Causa de um sangramento no início ou meio da gravidez;
  • Localizar um DIU implantado, presente por ocasião da concepção;
  • Localizar o feto antes da amniocentese (retirada de líquido amniótico do abdômen materno para fins de análise) e durante a biópsia de uma amostra de cório (é uma membrana extra-embrionária que existe durante a gravidez);
  • Para avaliar a condição do feto quando não se detecta o batimento cardíaco fetal por volta da 14ª semana com o Doppler;
  • Quando não se identifica qualquer movimento fetal por volta da 22ª semana;
  • Diagnóstico de gravidez gemelar;
  • Medir a quantidade de líquido amniótico;
  • Determinar o tamanho fetal quando se contempla parto prematuro ou pós-maturidade;
  • Detecta mudanças cervicais que indicam parto prematuro;
  • Identifica a localização, tamanho, maturidade ou alguma anormalidade da placenta;
  • Avaliação a condição do feto pela observação da atividade fetal, movimentos respiratórios, volume liquido amniótico.

Os exames de ultrassonografias revolucionaram o diagnóstico por imagem das grávidas, mas deve se ter atenção, para o uso excessivo de exames, sem a devida necessidade.

E não esqueça de um DVD, porque algumas clínicas, permite gravar a ultrassonografia para que você possa ver depois.

0 Flares Facebook 0 Pin It Share 0 0 Flares ×
Anúncios

Deixe uma resposta